A importância da simulação para a prática cirúrgica

A aquisição e aplicação de habilidades psicomotoras é essencial para o cirurgião urologista. A tecnologia, através da simulação, permite realizar práticas que preparam o futuro especialista para a dinâmica do centro cirúrgico.

É o que ocorre com a cirurgia minimamente invasiva e robótica. Antes de realizar cirurgias assistidas por robô em pacientes reais, o médico passa por um longo período de treinamento, no qual realizará várias simulações. Além de permitir a aquisição de “horas de voo”, essa tecnologia é capaz de avaliar a curva de aprendizado do médico.

As ferramentas são diversas, das tradicionais às mais inovadoras, como realidade virtual. Vale ressaltar que, atualmente, os simuladores clínicos-cirúrgicos não são os únicos disponíveis na medicina. É possível, por exemplo, realizar simulação de teste de liderança, comunicação e trabalho em equipe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s