Cirurgia robótica

O médico realiza a cirurgia posicionado em uma mesa de controle e manuseando comandos que movem as pinças cirúrgicas do robô no organismo do paciente. Batizada de Da Vinci, a máquina funciona como uma extensão das mãos do médico, replicando os comandos acionados pelo especialista na mesa de operação. O equipamento não é automatizado, apenas realiza o que é ordenado pelo médico.

Estar apto a manusear o Da Vinci (acima) requer uma preparação extensa, que envolve aulas teóricas sobre o funcionamento do equipamento, treinamento remoto, simulação (como dar pontos cirúrgicos, como mexer a câmera) e uma série de cirurgias sob o monitoramento de profissionais renomados da cirurgia robótica. Após esse processo, que dura mais de seis meses, o médico recebe uma certificação.