Laparoscopia urológica no cenário atual

Marcos Flávio Rocha será um dos debatedores do evento “Laparoscopia urológica no cenário atual”. O encontro, que destaca os procedimentos minimamente invasivos, será realizado amanhã (29/09), às 20h, e terá transmissão ao vivo: www.portaldaurologia.org.br/medicos. Promovido pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a iniciativa conta com o apoio da Confederación Americana de Urología.

A Nova Fronteira da Cirurgia Minimamente Invasiva

Uma iniciativa está disponibilizando conteúdo explicativo sobre a cirurgia robótica. As informações estão disponíveis para diversos públicos, como pacientes e cirurgiões. O download é gratuito, mas é necessário preencher um pequeno cadastro. O material está disponível em http://hotsite.strattner.com.br/ebook-cirurgia-robotica

Campanha #VemProUro conscientiza sobre a saúde do adolescente masculino

Hoje, 21 de setembro, é comemorado o dia do adolescente. Novamente, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) promove a campanha nacional da saúde do adolescente masculino.

Para auxiliar o público, a SBU criou um especial com várias informações sobre o tema: https://portaldaurologia.org.br/publico/jovem/. Saúde mental, Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e dúvidas comuns dos jovens (como tamanho do pênis e medo de falhar no ato sexual) são alguns dos temas explorados.

O que é dor pélvica crônica (DPC)?

A dor pélvica crônica (DPC) ocorre quando o desconforto na parte inferior do abdome ou pelve persiste por mais de seis meses. O caminho até o diagnóstico é impreciso, pois nem sempre se encontra um componente anatômico que justifique o sofrimento da paciente.

A DPC geralmente tem origem ginecológica e pode ser cíclica e não cíclica. Entretanto, o problema também pode estar relacionado a doenças urológicas (como dificuldade para urinar), alterações gastrointestinais (diarreia e constipação intestinal) e transtornos psicológicos, como depressão e ansiedade. No link, mais informações sobre o tema: https://bit.ly/2YQmDfo

Inovações na uro-oncologia

Cirurgia robótica, radioterapia, biomarcadores, terapia HIFU e biópsia guiada por fusão de imagens. Essas são algumas das inovações no diagnóstico e tratamento de cânceres urológicos abordados nessa matéria https://bit.ly/33rdcol. Além dos vários recursos, o texto reforça a importância do tratamento multidisciplinar.

A cirurgia robótica no tratamento dos cânceres urológicos

O Jornal do Médico publicou um especial sobre urologia. Marcos Flávio Rocha foi convidado a falar sobre os avanços da urologia cirúrgica. Seu artigo faz um panorama dos procedimentos minimamente invasivos, abordando desde as técnicas pioneiras até a cirurgia robótica. O texto pode ser lido em https://bit.ly/3k6FdZa

Quais os motivos da bexiga hiperativa?

Não há uma resposta única para essa questão. Primeiro, é importante saber que um adulto saudável pode, durante o dia, ir ao banheiro de quatro a seis vezes para urinar. Se ele acordar uma vez durante a noite, não necessariamente ele tem algum problema de micção.

Para identificar o quadro do paciente, é necessário procurar o auxílio de um urologista. Uma bexiga hiperativa pode estar associada a diversas alterações urológicas, como cálculos renais (pedras no rins), crescimento da próstata, infecções ou inflamações urinárias, dentre outros.

A ida constante ao banheiro pode sinalizar, inclusive, problemas neurológicos, como Alzheimer. Nesse link https://bit.ly/332sZcU, você pode conhecer um pouco mais sobre o assunto.

Como os cálculos urinários (“pedras nos rins”) são formados?

Conhecido popularmente como pedras nos rins, os cálculos urinários se formam com a cristalização de sais.

Muitos acreditam que não ingerir cálcio, substância que predomina na composição desses cristais, ajuda a evitar o problema. O ideal é limitar, não parar de ingerir esse mineral, pois ele é importante para ser fixado a uma substância chamada oxalato e, com isso, ser expelido pelas fezes. Sem o cálcio, o oxalato segue para o trato urinário, formando as pedras nos rins.

Para evitar o surgimento do problema, é necessário se hidratar adequadamente. Outra recomendação importante é diminuir o consumo de substâncias ricas em oxalato, tais como cacau, espinafre, batata doce, beterraba e amendoim. Nessa matéria, você encontra outras dicas sobre o tema: https://bit.ly/34Qsbug

Maus hábitos do home office podem desencadear crises renais

Por causa da pandemia, boa parte da população passou a trabalhar de casa. Essa mudança, contudo, requer atenção. Muitos optaram por refeições prontas, com excesso de sódio. Além disso, ao longo do dia, não se hidratam corretamente. Por fim, as longas jornadas na frente do computador fazem com que alguns ignorem a vontade de urinar, sobrecarregando a bexiga. Tudo isso cria o cenário propício para crise renal e infecções urinárias. Texto completo em https://bit.ly/2CDwTjx

Mil pacientes foram curados de Covid-19 no Hospital Geral de Fortaleza

Mil pessoas que hoje estão em casa, junto com seus entes queridos, tiveram covid-19 e foram curadas no Hospital Geral de Fortaleza (HGF). Para comemorar um feito tão superlativo, o HGF recebe quem entra no hospital citando todos os profissionais responsáveis por esse resultado. Um painel tão grande quanto o talento de seus profissionais.